Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o mundo quieto

o mundo quieto

#35

DSC_8915.jpg

 dizes: põe nos meus os teus dedos

e passemos os séculos sem rosto,

apaguemos de nossas casas o barulho

do tempo que ardeu sem luz.

sim, cria comigo esse silêncio

que nos faz nus e em nós acende

o lume das árvores de fruto.

 

Vasco Gato

#32

DSC_8254.jpg

 Há por aqui outras paisagens?, perguntam por vezes as crianças.

Eu parto o caminho em pedaços e ofereço-lhes

Serpentinas, serpentinas, que elas recebem como maçãs e papoilas.

Porque tempos houve em que dormíamos nas palavras,

Tempos houve em que fazíamos explodir o tempo.

 

Robert Schindel

#31

DSC_8927.jpg

 e à chegada da noite, tépidas brisas

acariciam as árvores. Imaginamo-las os nossos

corpos despidos, dançando nas sombras

#20

DSC_0465.jpg

nasce com o rumor dos próprios corpos

com o bater dos nomes entre os ombros

tão dóceis mar de músculos

 

Gastão Cruz

#18

DSC_5066.jpg

Trazem as árvores insignificantes

o maior distúrbio aos ventos; arredam-nos,

alçam outros armazéns sonoros

casas de relâmpagos e de cataclismos.

 

Luiza Neto Jorge

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D